Devocional

Dia 14: Filho de Joquebede

Então, ordenou Faraó a todo o seu povo, dizendo: A todos os filhos que nascerem aos hebreus lançareis no Nilo, mas a todas as filhas deixareis viver.

Êxodo 1:22

 

Foi neste contexto que Joquebede passou sua gravidez. Imaginando como foram aqueles dias podemos pensar que para qualquer mulher uma gravidez deixava de ser motivo de júbilo e passava a ser motivo de preocupação já que se tivessem meninos eles teriam que morrer! 

 

E a mulher concebeu e deu à luz um filho; e, vendo que era formoso, escondeu-o por três meses.

Exodo 2:2

 

Conhecemos a continuidade da história: Moisés foi levantado por Deus para conduzir o povo para fora do Egito, tornando-o uma grande nação. Os capítulos 3 e 4 de Êxodo contam como foi esse encontro. Mas apesar do chamado, Moisés resistiu expondo suas imperfeições.

 

Então, disse Moisés ao Senhor: Ah! Senhor! Eu nunca fui eloquente, nem outrora, nem depois que falaste a teu servo; pois sou pesado de boca e pesado de língua.

Êxodo 4:10

 

Muitas de nós (senão todas) temos que lidar com as “imperfeições” de nossos filhos. Eles reclamam da altura, do peso, dos cabelos, do nariz, cor dos olhos, voz e/ou qualquer outra coisa.

A aceitação de si mesmo acontece dentro do lar e nós mães temos um trabalho muito importante aí! Lembra que Joquebede o achou “formoso”?

 

Hoje vamos orar por “aceitação” da perfeita autoria de Deus. Nele somos perfeitos!

Não precisamos de “ajustes”. (Nossos filhos precisam receber isso). E mesmo nos casos que para nós haja “limitadores” para Deus não há!

 

Respondeu-lhe o Senhor: Quem fez a boca do homem? Ou quem faz o mudo, ou o surdo, ou o que vê, ou o cego? Não sou eu, o Senhor? Vai, pois, agora, e eu serei com a tua boca e te ensinarei o que hás de falar.

Êxodo 4:11-12

 

Nosso Pai nos deu o perfeito para vivermos a perfeição Nele, o autor da vida!

 

Pra Simone Martins

 

Por questão de segurança, em breve seus comentários serão avaliados e liberados por nossos voluntários de comunicação.

 

3 comentários em “Dia 14: Filho de Joquebede”

  1. Realmente trabalhar a auto estima com nossos filhos é muito importante, ela gera confiança. E sempre lembra-lós de que a verdadeira beleza é aquela que vem de dentro para fora !!

  2. Diante do que vemos na leitura de hoje, tenho mais certeza do que profetizar sobre a vida da minha filha, à segurança, ela saber que ela é linda, é perfeita aos olhos do pai.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *