Devocional

Dia 17: Filho de Raabe

Pela fé, Raabe, a meretriz, não foi destruída com os desobedientes, porque acolheu com paz aos espias.

Hebreus 11:31

 

 

Este é o texto da Galeria da Fé, que cita por ordem cronológica nomes que se destacaram na história devido a sua fé. Raabe também consta na genealogia de Jesus:

 

Salmom gerou de Raabe a Boaz; este, de Rute, gerou a Obede; e Obede, a Jessé;   

Mateus 1:5

 

Curiosamente a genealogia de Jesus no evangelho de Mateus cita cinco mulheres; estas com nomes supostamente “manchados” por indignação ou adultério ou prostituição.

 

Mas Josué conservou com vida a prostituta Raabe, e a casa de seu pai, e tudo quanto tinha; e habitou no meio de Israel até ao dia de hoje, porquanto escondera os mensageiros que Josué enviara a espiar Jericó.

Josué 6:25

 

No capítulo 2 do livro de Josué conhecemos Raabe que após a queda dos muros foi levada para habitar no meio de Israel e mesmo tendo ajudado, sem sombra de dúvidas a aceitação dela e a convivência não deve ter sido fácil, pois além de estrangeira fora prostituta em Jericó.

 

Casou-se com um israelita e gerou filhos. O filho de Raabe é para mim o homem mais gentil e nobre dentre os personagens bíblicos! Logo, podemos pensar na primorosa educação que ele recebeu. No livro de Rute podemos conhecer Boaz e ver (entre tantas qualidades) que é um homem sem preconceitos.

 

 

Eu já vi em vários filmes cenas da mãe levando o filho para escola e tentando se despedir com um beijo, ou levá-lo à porta e o filho a repreendendo, fazendo cara de nojo, reclamando para não fazer aquilo. Cena que também se repete na vida real e as vezes pior ainda quando há preconceito no coração.  

 

Qualquer preconceito quanto a profissão, beleza, peso, escolaridade, jeito de falar ou outra coisa, levanta uma barreira feito uma “muralha de Jericó” impedindo bons relacionamentos, bênçãos e honra.

 

 

Vamos orar para nossos filhos olharem o padrão divino que vê o coração e não sucumbirem às más conversações, ao bullying e às zombarias.

 

Caso eles tenham sofrido ou sofram qualquer tipo de preconceito peça que Deus os cure, sare seus corações e que rejeitem esse tipo de atitude ou linguagem não o assumindo no seu dia a dia, nem no futuro.

 

 

Pra Simone Martins

 

 

Por questão de segurança, em breve seus comentários serão avaliados e liberados por nossos voluntários de comunicação

3 comentários em “Dia 17: Filho de Raabe”

  1. Amém! Mesmo Raabe tendo sua reputação manchada pelo ofício passado, ela ainda teve seu nome escrito no livro da vida, seus filhos foram bem educados e ela teve um papel importante naqueles dias, que possamos ser como Raabe, sem se importar com aquilo a que somos e deixar um legado de amor aos nossos filhos! 😍😍

  2. SIMONE BEATRIZ YEDE

    Ao ler o devocional lembrei desse versículo: …”não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus.” Fil 3:13-14.
    Ao olharmos para Deus ele nos ensina a olhar para frente e para o alvo.
    Isso é tremendo!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *