Devocional

Dia 34: O Filho Lemuel

Todo o livro de Provérbios é conhecido pelos ensinamentos da Sabedoria e nós, mulheres, sabemos bem o último capítulo, o 31, que fala da Mulher Virtuosa a partir do versículo 10! A autoria desse capítulo dá-se ao Rei Lemuel que escreve sobre os conselhos de sua mãe:

 

Palavras do rei Lemuel, de Massá, as quais lhe ensinou sua mãe.

Provérbios 31:1

 

Além da escolha de uma mulher (a virtuosa) o inicio do capítulo diz:

 

Não dês às mulheres a tua força, nem os teus caminhos, às que destroem os reis.

Para que não bebam, e se esqueçam da lei, e pervertam o direito de todos os aflitos.

Abre a boca a favor do mudo, pelo direito de todos os que se acham desamparados.

Provérbios 31:3, 5, 8

 

Ou seja:

Não gaste energia, tempo, podemos acrescentar aqui; dinheiro com mulheres envolventes e enganadoras.

Não seja dado à bebida; não seja um beberrão! A bebida o fará esquecer da lei e perverterá o seu olhar em relação aos outros. Ame o próximo, se interesse pela necessidade do outro, seja justo e procure a justiça.

 

 

Não se sabe ao certo quem foi o rei Lemuel. Alguns dizem que era um (suposto) segundo nome do rei Salomão e que, portanto, sua mãe Bate-Seba o ensinara, outros dizem que era provavelmente o rei Ezequias e neste caso, sua mãe Abi o ensinara, ou foi o rei Lemuel mesmo! Bate-Seba, Abi, ou mãe de Lemuel: estas palavras são as que também saem da minha boca e certamente da sua!

 

 

Novamente iniciaremos com uma sugestão e condução de oração e você pode continuá-la ou modificá-la conforme o que o Senhor colocar no seu coração;

 

 

Pai, sabemos que a obediência traz grandes benefícios para a vida do obediente, por isso oro por meu filho nessa hora para que “ouça e acate” meus conselhos, mas que eu seja orientada por Ti, de forma que meus conselhos sejam sábios e agradáveis a ele, que meu filho seja obediente.

 

 

Pai, não permita, não deixe que meu filho seja “enredado” por pessoas envolventes e enganadoras (e aqui vale qualquer gênero), que pervertam a sua conduta. Que ele (a) não seja “seduzido” por bebidas alcoólicas ou qualquer outra substância tóxica que provoque dependência em qualquer grau. Pai, eu rejeito qualquer tipo de dependência na vida do meu filho, que não seja dependência de Ti, da Tua palavra, do Teu Espírito.

 

 

É certo que aqueles que se submetem às dependências não se importam e nem conseguem olhar para a necessidade do outro ou os seus direitos. Pai, Tu disseste que devemos amar o próximo como a nós mesmos, derrama sobre a vida do meu filho o amor que vem de Ti. Especialmente Pai, que meu filho receba e sinta o Seu amor e Sua presença porque se assim for, e só assim nada o seduzirá, ele não será envolvido, aliciado, enganado. Atrai o coração do meu filho Senhor, em nome de Jesus, Amém!

 

Há muito que o Senhor me apareceu, dizendo: Porquanto com amor eterno te amei, por isso com benignidade te atraí.

Jeremias 31:3

 

Pra Simone Martins

 

 

 

Por questão de segurança, em breve seus comentários serão avaliados e liberados por nossos voluntários de comunicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *